Tudo mudou! "Produtor não é trouxa"

Publicado em 10/01/2019 15:30
395 exibições
Assim como manejos e práticas mudaram porteira adentro tudo vem mudando muito rapidamente porteira afora. O Clube Só Feijão no WhatsApp vem crescendo em importância a cada ano. E vem mais novidades, por aí. Novamente, em fevereiro, no dia 09, acontecerá um encontro de produtores de Feijão que confraternizarão no Hotel Ipê Florido, em Paracatu - MG. Porém, este encontro terá um viés mais que especial. Este evento fará parte das comemorações mundiais do dia Mundial do Feijão e Pulses instituído pela FAO. Este grupo de produtores conseguiu se livrar do vício nocivo de olhar o que ocorre no Brás antes de vender. A cada dia fica mais evidente a decadência do que foi,  um dia, importante local de negociação fica mais evidente. Em quinze dias não vende o que se vendia em um dia há dez anos atrás. “Nós produtores não somos trouxas de acreditar que aquilo lá é referência” afirma João um importante produtor que a dois anos faz questão de NÃO saber o que acontece no Brás. São os maiores produtores de Feijão do Brasil que fazem, por relatarem os seus negócios, a mais genuína e verdadeira referência de preços, afirma categórico. Ontem ainda relataram negócios na casa do R$ 200 em Minas Gerais, o mesmo valor no Paraná. Momentaneamente houve volume menor de negócios durante o dia. Para Feijões nota 7 foram relatados negócios por R$ 180, em Goiás.
Fonte IBRAFE

Nenhum comentário