Feijão: Hora de repensar os plantios (por Ibrafe)

Publicado em 07/05/2019 15:30
427 exibições

Dia tenso com produtores indecisos sobre aceitar ofertas mais baixas ou esperar alguma melhora. Neste caso, surge a pergunta: se for para esperar, terá que ser até quando?

O limite de tempo será determinado pelo caixa, pela cultivar do Feijão-carioca e pelo custo efetivo de carregar o estoque. Há indicações de que a queda aguda que vêm sofrendo as cotações esteja prestes a alcançar o patamar onde os produtores realizarão prejuízo se venderem e, assim, recuam e diminuem a pressão sobre a venda.

O produtor determinará o quanto poderá suportar. Enquanto isso, os caupis vão escoar para exportação, bem como os rajados, os vermelhos e o mungo. Estes encontrarão valores mais baixos do que os praticados hoje, porém terão  liquidez.

A questão do beco sem saída que o Feijão-carioca coloca de tempos em tempos os produtores leva a todos a repensar os plantios futuros.

Fonte: IBRAFE

0 comentário