Feijão: Preços com viés de alta

Publicado em 20/05/2019 15:30
411 exibições
Baixas temperaturas e chuviscos no Paraná mantiveram as expectativas com respeito ao momento de recuperação de preços do Feijão-carioca. Nestes últimos dias também foram raras as lavouras colhidas em Minas Gerais e em Goiás. Assim, o viés de alta dos preços continua já com perspectivas de ir acima dos R$ 150, se não houver colheita urgente de Feijão seco e sem mancha. Por outro lado, muito provavelmente os Feijões danificados no Paraná atenderam às marcas menos expressivas que podem atrapalhar a comercialização do fardo, na medida em que o comprador de supermercado faz de conta que tudo é Feijão e, portanto, procuram segurar com este argumento o ímpeto da subida dos preços. Faremos um levantamento geral durante a semana sobre as possiblidades de colheita nos próximos 30 dias para auxiliar nas decisões de compra e de venda.
Feijão-caupi - Aumenta a área colhida no Mato Grosso neste momento, juntando-se com algumas colheitas na Bahia, em Minas Gerais e em Goiás, o que resultou em negócios para Tumucumaque ao redor de R$ 55/65 FOB, dependendo da região e do frete até Paranaguá. Até agora, a Índia, principal destino destas exportações, se mantém fora das importações, o que deve manter estável os preços no mercado interno. Produtores que têm compromissos financeiros assumidos cedem pouco abaixo dos valores de referência.
Fonte: IBRAFE

0 comentário