Feijão: Mato Grosso mantém mesma área de produção e diversifica variedades

Publicado em 22/08/2019 15:30
233 exibições
Em meio a tantas fofocas, os produtores e os cerealistas mais experientes fixam a atenção no que é relevante. Por exemplo, seja mais ou seja menos, o tamanho da colheita total da terceira safra é importante, mas é claro que ela não ocorre toda de uma vez. Assim, não funciona mais buscar apavorar o mercado com a fake news que o Mato Grosso terá uma safra enorme. Além da área ser semelhante à do ano passado, cerca de 30.000 hectares, outro fator relevante é que houve uma maior diversificação das variedades. Ao que que tudo indica, com escalonamento de plantio mais a diversificação, o boato poderá não se sustentar. 
Nesta manhã, no Brás, foram ofertadas 7.000 sacas e, por volta das 7h, sobravam cerca de 4.500 sacas. Os preços foram de R$ 160 para nota 8,5.
Fonte: IBRAFE

0 comentário