Feijão: Produtores seguem preferindo negociar variedades Pérola e Estilo

Publicado em 05/09/2019 15:30
204 exibições
Parte do abastecimento do Nordeste vem sendo atendida pelas colheitas que ocorrem lá. Porém, nada mudou sobre o fato de que a qualidade não atende às marcas mais tradicionais, salvo o produto irrigado da região do oeste da Bahia. Também, o tempo passa e os preços na Bahia se mantêm ao redor de R$ 150, isso vai apontando que realmente a área da Bahia é menos da metade da área captada pela CONAB. No noroeste de Minas Gerais e em Goiás, os produtores vão vendendo a conta-gotas e ontem novamente poucos negócios entre R$ 135/145 foram reportados. Seguem preferindo vender primeiro os Feijões como Pérola e Estilo, por exemplo.
Fonte: IBRAFE

0 comentário