Feijão: Compradores começam a voltar

Publicado em 09/10/2019 15:30
221 exibições
Algumas regiões do Brasil estão consumindo um volume um pouco maior de Feijão-rajado. Segundo os empacotadores, isto se deve ao fato de que, na percepção do consumidor, há semelhança entre o Feijão-carioca e o rajado e o preço ficou atraente de uma hora para outra. Isso é ruim no curto prazo para o produtor, mas muito bom no médio prazo. A população aprende, em momentos como este, que a diversificação é excelente e que a diversificação no consumo é muito interessante. Com as áreas irrigadas aumentando rapidamente, os produtores precisam ter opções de outros Feijões que tenham mercado interno e externo. 
Nas lavouras ontem, com os preços estáveis, o mercado de Feijão-carioca teve um volume um pouco maior de negócios nas fontes. Há grande interesse de alguns compradores em lotes maiores, ao redor de R$150 por saca de 60 quilos. À noitinha, começaram a ser relatados negócios novamente em Minas Gerais, por volta de R$ 160 por saca. Toda a atenção está voltada para a produção do Estado de São Paulo que, de várias formas, aponta para que o volume total a ser colhido em São Paulo não é suficiente para trazer os preços abaixo dos níveis atuais nos meses de novembro e dezembro.
Fonte: IBRAFE

0 comentário