Produção brasileira de leite deve crescer 4% em 2012, diz associação

Publicado em 16/02/2012 12:08 703 exibições
A produção brasileira de leite deve crescer 4% em 2012, chegando a 32,3 bilhões de litros. A projeção é da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Leite Brasil). O setor fechou 2011 com uma produção total próxima de 31 bilhões de litros de leite, crescimento de 1% em relação ao ano anterior.

Conforme a Leite Brasil, o crescimento do mercado deve ser sustentado pelo aumento na demanda doméstica e na ampliação das exportações do setor. 

— O principal motivo para a produção ter ficado praticamente estável em 2011 foi o elevado custo de produção, que desestimulou os produtores. Em 2012, a Leite Brasil aposta na recuperação da rentabilidade e queda nos preços das commodities para reduzir os custos, fazendo com que o mercado volte a crescer dentro da média histórica dos últimos 10 anos — afirma o presidente da Leite Brasil, Jorge Rubez.

O consumo de leite projetado para 2012 é de aproximadamente 170 litros por habitante, um aumento de cerca de 2% em relação a 2011. Segundo a associação, o número ainda fica abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde, de 200 litros per capita por ano.

A expectativa da Leite Brasil é que as exportações de lácteos cresçam em 2012, chegando a um volume de 362 milhões de litros de leite, um crescimento de 15% em relação a 2011. importações devem recuar 30% em comparação a 2011, chegando a 888 milhões de litros de leite no ano.

Os preços pagos aos produtores tiveram recuperação em 2011, com variação nominal positiva de 17%. Apesar disso, o ganho foi neutralizado pelo aumento nos custos de produção, que variaram cerca de 20%, segundo a Embrapa.

— Recomendo ao produtor de leite dar prioridade à administração dos custos de produção, principalmente alimentação do gado e mão de obra, que está se tornando escassa nas propriedades leiteiras — diz Rubez.

O executivo também reforça a importância de os produtores de leite melhorarem a tecnologia empregada na produção.
Tags:
Fonte:
Leite Brasil

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário