MS já importou R$ 12 milhões em leite em 2012

Publicado em 22/03/2012 14:04 382 exibições
Encontro Estadual do Leite apresentará palestras sobre o mercado e gestão econômica do setor.
Queijo parmesão com teor de umidade inferior a 36%, queijo granapadano whell com a mesma umidade, manteiga de qualidade extra sem sal em blocos de 25 Kg, queijo reggianito, e leite em pó desnatado são os produtos importados por Mato Grosso do Sul nos três primeiros meses de 2012, de acordo com os números divulgados pelo site do Ministério da Agricultura. Uruguai e Argentina lucraram R$ 1,3 milhão com os produtos vendidos para MS, levando em consideração que a cada quilo desses produtos se utiliza em média 10 litros de leite na sua produção, as cifras revertidas em leite acumulam R$ 12,54 milhões.

“O Estado acaba perdendo um incremento na receita do mercado lácteo, mesmo tendo potencial para produzir o equivalente ao que é importado e ainda melhorar a qualidade do que já é produzido. Nesse semestre ainda passaremos pela cidade de Anastácio com um ciclo de palestras voltado aos produtores rurais no dia 12 de abril e finalizaremos as atividades relacionadas à cadeia leiteira com um evento que promete ser um dos maiores do Centro-Oeste, que acontecerá nos dias 14 e 15 de maio, na capital Campo Grande”, afirma Clodoaldo Martins, superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul – Senar/MS.

O 15º Encontro Técnico do Leite e o Encontro Sul-Mato-Grossense da Qualidade do leite devem reunir em torno de mil pessoas no mês de maio, entre produtores, empresários, estudantes e jornalistas e contará com palestrantes e pesquisadores de diferentes temas que buscam formas de melhoria na cadeia leiteira do Estado.

Serão cinco palestras e cinco debates com interessados no setor do leite abordando temas como o controle de carrapato e de mastite, produção intensiva de leite e do pasto, gestão econômica e o Programa de Alimento Seguro – PAS, reunindo palestrantes de diferentes Estados e instituições de renome.

Mais Leite - O Programa é uma iniciativa do Senar/MS em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de MS – Famasul e Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural - Funar. Conta com a parceria dos sindicatos rurais, Banco do Brasil e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). As inscrições são gratuitas nos municípios do interior e podem ser realizadas por meio do site: www.senarms.org.br e nos sindicatos rurais dos municípios participantes.

As taxas de inscrições do Encontro Sul-Mato-Grossense de Qualidade do Leite, que será realizado com o Sindicato Rural de Campo Grande estão dispostas no site do Senar/MS. O evento acontecerá no Auditório Manoel de Barros, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, e sua programação se estenderá das 13h as 19h no dia 14 de maio, e das 8 horas as 18h30 no dia 15 de maio. O encontro é realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul - Famasul, Senar/MS, Funar, Governo de MS e Sindicato Rural de Campo Grande, conta com o patrocínio da Organização das Cooperativas Brasil – OCB/MS – e o apoio da Câmara Setorial do Leite.

Sobre o Senar - O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar, é uma instituição mantida pela classe patronal rural, vinculada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Tem o objetivo de desenvolver ações educativas, que visam o desenvolvimento do homem rural como cidadão e como trabalhador, numa perspectiva de crescimento e bem-estar social.
Tags:
Fonte:
Sato Comunicação

0 comentário