Produtores de leite protestam contra atrasos no pagamento na Paraíba

Publicado em 28/06/2012 07:20 382 exibições
Cerca de 300 produtores de leite da Paraíba estiveram reunidos desde a manhã de hoje (27-06) na sede da Superintendência Federal da Agricultura na Paraíba (SFA/PB) em busca de soluções para os impasses em torno do Programa do Leite da Paraíba.

Entre outras solicitações, os manifestantes reivindicam o pagamento dos fornecedores do Programa pela venda do leite e protestam quanto ao atraso no pagamento, que já chega a 90 dias.

O presidente da FAEPA, Mário Borba, participa da manifestação pacífica e afirma que as reivindicações são justas e visam evitar o fim do Programa que atualmente beneficia mais de 120 mil famílias carentes e envolve quase 5 mil produtores de leite. “90 dias de atraso no pagamento inviabiliza o funcionamento do Programa. Alguns laticínios já pararam e os produtores não têm mais recursos para alimentar o rebanho, o que afeta diretamente a produção. Tem laticínio vendendo para o Rio Grande do Norte na tentativa de ajudar os produtores daqui”, afirmou o dirigente.

O mais importante programa já implantado no estado vem sofrendo com o desabastecimento nos últimos 3 anos. As reclamações dos produtores são a defasagem no valor do produto, atrasos no pagamento e o engessamento do programa, que permite o fornecimento de apenas 27 litros de leite por dia por produtor.

Ainda de acordo com o presidente da FAEPA, é preciso que haja uma sensibilização do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) em relação às demandas dos produtores envolvidos no programa. “A definição de uma cota por fornecedor limita a capacidade produtiva e a renda do pequeno produtor, que consegue ganhar, ao final de 6 meses, apenas R$ 4.500. É muito importante que o MDS libere os pagamentos atrasados e repense os limites de venda de leite por produtor”.

Programa Leite da Paraíba

Criado em 2003, o Programa tem o objetivo de incentivar a produção e o consumo de leite, visando o fortalecimento de toda a cadeia produtiva e da agricultura familiar, assim como a geração de renda e garantia do preço do leite no estado.

O projeto que garantia a compra e distribuição diária de 120 mil litros de leite para pessoas de menor poder aquisitivo, chamou atenção de outros estados pelo grande volume de investimento em uma cadeia produtiva e pelo grande papel social no combate a fome no estado.

O encerramento do Programa Leite da Paraíba resultará em 120 mil famílias carentes sem receber leite, mais de 4 mil pequenos produtores sem renda e centenas de trabalhadores dos laticínios desempregados. 
Tags:
Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário