Preço do leite pago ao produtor de Mato Grosso do Sul sobe 9,7%

Publicado em 27/03/2013 08:22 275 exibições
Dois dos sete produtos pesquisados apresentaram alta em fevereiro em comparação ao mês anterior
O produtor de leite de Mato Grosso do Sul recebeu, em média, R$ 0,6949 o litro em fevereiro deste ano, uma alta de 9,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o valor de referência apurado pelo Conselho Paritário de Produtores e Indústrias de Leite em Mato Grosso do Sul (Conseleite) foi de R$ 0,6333 o litro. 

Os dados fazem parte do Informativo Casa Rural Pecuária, elaborado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul - FAMASUL, e apontam a queda da produção de leite no mês de janeiro como principal explicação para a valorização. “Um dos motivos para a queda na produção de leite é que o criador local não conseguiu realizar investimentos no setor após o reajuste do salário mínimo, que impactou diretamente nas despesas com mão-de-obra”, avalia a assessora técnica do Sistema FAMASUL, Adriana Mascarenhas. 

O preço de fevereiro ficou próximo do valor verificado em janeiro deste ano, de R$ 0,7004 o litro, com queda de apenas 0,78%. Para março, a previsão é de que a cotação média do leite atinja R$ 0,6984. 

O informativo também traz dados da pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas da Universidade Anhaguera-Uniderp e considera a variação média dos preços de sete produtos vendidos no mercado varejista, que são: queijo muçarela, leite longa vida desnatado e integral, leite tipo C, requeijão cremoso de 200, 220 e 250 gramas 

Dois dos sete produtos pesquisados apresentaram alta em fevereiro em comparação ao mês anterior. O valor do requeijão cremoso, com 200 gramas, aumentou 15,33%, enquanto que o mesmo produto com 250 gramas teve elevação de 5,71%. 
Tags:
Fonte:
Canal do Produtor

0 comentário