Interesse russo ajuda a valorizar a carne suína

Publicado em 22/10/2014 08:10 62 exibições

As alternativas para preparar um churrasco mais em conta parecem ser cada vez mais escassas. Ao lado da carne bovina, a suína também experimenta uma forte alta nos preços ao consumidor, seguindo a tendência de valorização da proteína animal no mercado internacional e a perspectiva de aumento das exportações pela preferência que a Rússia começou a dar ao Brasil.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, nos últimos 12 meses, a carne suína subiu quase duas vezes e meia a mais do que a inflação, com uma aceleração acentuada após os russos anunciarem a habilitação de mais frigoríficos nacionais. O apetite do país de Vladimir Putin, porém, não deve ameaçar o abastecimento interno, avalia Rogério Kerber, diretor- executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado (Sips). Segundo Kerber, apesar dos anúncios, muitas plantas sequer começaram a exportar para a Rússia. O histórico de instabilidade nas decisões de Moscou é outro fator que freia a euforia do setor.

Leia a notícia na íntegra no site Zero Hora

Tags:
Fonte:
Zero Hora

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário