MP deflagra nova fase da Operação Leite Compensado na Serra do RS

Publicado em 17/09/2015 12:32
Investigação aponta que empresa adicionava água e bicarbonato de sódio. Empresa suspeita adulterava para adequar o leite impróprio ao consumo.

O Ministério Público deflagrou nesta quinta-feira (17) mais uma etapa da Operação Leite Compensado, que apura, desde 2013, adulteração no produto no Rio Grande do Sul. Foram cumpridos quatro mandados de prisão e cinco de busca e apreensão no município de Esmeralda, nos Campos de Cima da Serra gaúcha.

A Operação Leite Compensado teve sua primeira fase desencadeada em 8 de maio de 2013, quando investigações apontaram para um esquema que adulterou cerca de 100 milhões de litros do produto no estado. Esta é 9ª fase da ação, que conta com com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Receita Estadual e Brigada Militar.

Uma das empresas investigadas é a Marcio Fachinello – ME. A transportadora é investigada por suspeita de crime organizado e prática comercial abusiva na cadeia produtiva do leite.

Conforme as investigações, iniciadas há cerca de quatro meses, o proprietário da empresa e quatro funcionários que exercem a função de motoristas adicionavam produtos químicos ao leite cru in natura com a finalidade de mascarar a adição da água e aumentar o volume do produto final. A intenção era aumentar a lucratividade, além de evitar a perda de leite já em deterioração.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - RS

 

Tags:
Fonte:
G1 - RS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário