Tripanossomose provoca a morte de gado leiteiro em propriedades de MG

Publicado em 28/09/2015 07:13 e atualizado em 28/09/2015 07:47

A tripanossomose preocupa os criadores de gado de Passos, no sul de Minas Gerais. A doença já causou a morte de 40 animais.

O produtor de leite Ricardo Beraldo tira cerca de mil litros de leite por dia. Ele tem 130 vacas e a primeira morreu há dois meses. “Fazia todo tipo de medicação. O animal só definhava, deitava. Depois, uma vez deitado, não tinha como recuperar. Era morte mesmo”, diz.

O produtor não sabia que se tratava da tripanossomose e cuidou dos animais doentes com soro e cálcio. Mas, 16 vacas leiteiras morreram. Beraldo teve um prejuízo de R$ 80 mil.

A doença tem esse nome por causa do parasita tripanossoma, que atinge a corrente sanguínea do animal causando fraqueza muscular, perda de peso, febre e diminuição do leite. Ela também atinge cavalos. Nesse caso, é conhecida popularmente como "mal das cadeiras".

O pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais, Elias Facuri Filho, acredita que a doença entrou na região através de algum animal contaminado. “Em outras regiões que a gente já acompanhou o problema, a história foi a entrada da doença na fazenda pela aquisição de animais portadores da doença. Não eram animais enfermos, mas eram portadores. E a disseminação dentro da fazenda se deu através do uso compartilhado de agulha e seringa”, diz.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - Globo Rural.

Tags:
Fonte:
G1 - Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário