Temendo Influenza, avicultores adotam medidas em Mato Grosso

Publicado em 20/01/2017 07:01
35 exibições

A chegada do vírus H5N8, causador da Influenza Aviária, no Chile está levando avicultores e a indústria mato-grossense a adotarem medidas de prevenção contra a doença. Dentre os grandes produtores e exportadores de aves, o Brasil é o único a não ter registros da Influenza Aviária.

O vírus H5N8 pode ser transmitido de uma granja para a outra por meio da movimentação de pessoas, principalmente quanto sapatos e roupas forem contaminados. Veículos, equipamentos, ração e gaiolas também podem carregar o vírus da Influenza Aviária.

A principal forma de transmissão é através de contato direto com fezes, saliva e outras secreções das aves infectadas, estejam elas vivas ou mortas.

De acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária (Famato), a confirmação da chegada do vírus ao Chile levou a agroindústria brasileira (produtora e exportadora) e produtores de ovos a suspenderem as visitas de clientes e fornecedores às áreas de produção para evitar o contato com aves vivas.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte: Olhar Direto

0 comentário