Após café, Louis Dreyfus investirá em carne de aves por meio de IPO na Ásia (REUTERS)

Publicado em 25/04/2019 12:01
85 exibições

LOGO REUTERS

PARIS (Reuters) - A gigante de commodities Louis Dreyfus Company (LDC) investirá na oferta de ações da empresa asiática de alimentos e aves Leong Hup International (LHI), aumentando seus negócios depois de também se juntar à oferta de ações da empresa de café chinesa Luckin Coffee.

A LDC, um dos maiores comerciantes de produtos agrícolas do mundo, disse que quer aumentar sua presença no processamento de alimentos e citou parcerias regionais como forma de se expandir.

A Leong Hup International, com sede na Malásia, lançou nesta quinta-feira uma oferta pública inicial (IPO) que visa arrecadar até 1,2 bilhão de ringgit (290,31 milhões de dólares), afirmando que já garantiu 10 investidores importantes, incluindo a LDC.

Uma porta-voz da LDC se recusou a comentar sobre o tamanho potencial de seu investimento no IPO. Uma fonte familiarizada com o acordo disse que os investidores teriam cada um menos de 5 por cento do capital.

A Leong Hup é uma das maiores produtoras integradas de aves, ovos e ração para gado no sudeste da Ásia, e também opera na Indonésia, Vietnã, Filipinas e Cingapura.

"O investimento da LDC no IPO da LHI está em linha com a estratégia da LDC de diversificar mais em 'downstream' e fortalecer nossa presença nos mercados em crescimento por meio da parceria com os principais participantes da cadeia de valor de ração, alimentos e nutrição", disse o executivo-chefe da Louis Dreyfus, Ian McIntosh.

A medida marca o primeiro investimento da LDC na produção animal e agregaria à sua atividade como fornecedora de ingredientes para ração animal a granel, acrescentou a porta-voz.

McIntosh disse em março que a LDC havia formado uma joint venture para produzir ração para peixes em uma fábrica de processamento de sementes oleaginosas na China que a companhia comprou no ano passado.

A LDC também comprará uma participação na Luckin Coffee Inc , por meio de um planejado IPO da cadeia chinesa.

O investimento por meio de colocação privada de ações está relacionado a uma joint venture para construir e operar uma torrefadora de café na China.

A LDC, conhecida como Dreyfus, é o 'D' do chamado quarteto de comerciantes globais de commodities "ABCD", que também inclui a Archer Daniels Midland, a Bunge e a Cargill.

As principais empresas estão se expandindo no processamento de alimentos e ingredientes, diante das margens decrescentes de compra e venda de produtos agrícolas.

A LDC está entre as tradings que sofreram com o mercado de açúcar deprimido, e este mês anunciou um novo presidente para sua subsidiária de açúcar Biosev.

(Por Gus Trompiz e Sudip Kar-Gupta, em Paris; reportagem adicional de Liz Lee, em Kuala Lumpur)

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário