Rússia resiste a novos frigoríficos

Publicado em 16/01/2009 15:51 1350 exibições

Uma missão veterinária da Rússia, em visita ao Brasil no fim do ano passado, recusou conceder a um grupo de frigoríficos nacionais a habilitação para a exportação de carne suína e de de frango para aquele país.

Da lista original oferecida pelo Ministério da Agricultura, constavam 47 plantas candidatas à autorização. Menos de dez dessas plantas foram recusadas. As unidades já habilitadas em missões anteriores continuaram autorizadas a vender ao mercado russo. Não houve, de acordo com informações do governo brasileiro, descredenciamento de nenhuma planta do país.

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, negocia a manutenção da lista de 47 frigoríficos diretamente com autoridades do governo russo.

Nesta semana, Kroetz participa, em Berlim, na Alemanha, de uma feira internacional, onde tem mantido encontros bilaterais com os russos. Na pauta de discussões, estão também a revisão do acordo sanitário Brasil-Rússia na área animal e a abertura de negociações para um acordo inédito na área vegetal. A Rússia tem interesse em exportar trigo e fertilizantes ao Brasil, que é bastante dependente de importações nos dois casos.

No trigo, o país disputa com o Egito o posto de maior importador do mundo; no dos adubos, produtos importados respondem por 70% da demanda.


Fonte: Valor Econômico

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário