Influenza Aviária leva Texas (EUA) a determinar o sacrifício de patos

Publicado em 18/03/2010 11:29 428 exibições
Segundo o jornal regional Gonzales Inquirer (condado de Gonzales, Texas, EUA), no início deste ano as autoridade sanitárias texanas determinaram o sacrifício sanitário de 3.500 patos criados por um produtor daquele condado. O motivo foi a positividade das aves ao vírus da Influenza Aviária.
Dados os naturais desdobramentos negativos do problema, as autoridades sanitárias estaduais e federais mantiveram a ocorrência em sigilo, até que o jornal entrasse na história para descobrir o que realmente havia causado o sacrifício do plantel. Os acontecimentos reais só vieram à tona após trabalho jornalístico que demandou mais de um mês.
Segundo o Gonzales Inquirer, a infecção das aves por Influenza Aviária somente pode ser constatada graças à adoção, pelo governo do Texas, de novas regras sanitárias determinando testes (por amostragem ao acaso) das aves comercializadas vivas nos mercados texanos. Ou seja: foi numa amostragem rotineira avaliada pelo laboratório de diagnóstico da Texas A&M University, campus de College Station, que se caracterizou a positividade das amostras a um vírus da Influenza.
Como – segundo Andy Schwartz, epidemiologista veterinário do governo texano – “qualquer vírus da Influenza pode apresentar idêntica positividade”, as amostras foram enviadas para o laboratório de Ames (Iowa) dos Serviços Nacionais Veterinários, que confirmou tratar-se de vírus da Influenza Aviária.
O ocorrido reflete bem o risco sanitário constante apresentado pelos patos, naturais e principais hospedeiros do vírus da Influenza Aviária.
Tags:
Fonte:
Avisite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário