IBGE: 3 estados do Sudeste respondem pela metade da produção brasileira de ovos

Publicado em 07/04/2010 16:41 563 exibições

Os dados do IBGE relativos à produção brasileira de ovos de galinha em 2009 apontam que apenas três unidades federativas, todas do Sudeste – ou, pela ordem, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo - detêm a metade da produção brasileira.
Outros 40% da produção vêm de sete UFs – Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco, Ceará e Mato Grosso. Dessa forma, 10 UFs respondem por mais de 90% dos ovos produzidos no País.
O levantamento do IBGE também indica que apesar do volume produzido ter aumentado 3,43% em 2009, várias UFS registraram redução, em alguns casos significativa. Por exemplo, os dois principais produtores, São Paulo e Minas Gerais, registraram queda de 0,26% e 1,11%, respectivamente, enquanto em Santa Catarina e no Distrito Federal a redução foi bem mais expressiva, de 12,25% e 31,01%, também respectivamente.
Em outras palavras, a produção nacional só não retrocedeu porque outras UFS tiveram expansão igualmente significativa. Caso, por exemplo, de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estados em que o volume produzido aumentou 63,41% e 14,09%.
É oportuno, no entanto, não levar todos esses números ao pé de letra. Isto porque o levantamento do IBGE é amplo, abrange todos os ovos de galinhas – para consumo humano e para reprodução. Assim, parte das quedas ou dos incrementos observados em 2009 pode ser devida a reduções ou aumentos no plantel reprodutor, especialmente o de matrizes de corte – algo que seria aplicável, por exemplo, à diminuição de Santa Catarina e ao aumento de Mato Grosso.
A ressalvar, nos números divulgados, que o fato de inexistir indicação de produção em cinco estados não significa que nada tenham produzido em 2009. É que a pesquisa do IBGE abrange apenas estabelecimentos com 10 mil ou mais poedeiras.



20100407_tabela2.gif

Tags:
Fonte:
Avisite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário