Frango: atraso na entrega de ração provoca morte de animais no RS

Publicado em 06/05/2010 08:01 261 exibições
Integrados da Doux Frangosul estão preocupados com a situação da empresa.
Agora, o atraso é na entrega da ração

O atraso na entrega de rações e no pagamento têm sido reclamação frequente dos produtores de frangos e suínos integrados à Doux Frangosul em diversos municípios do Estado. De acordo com o relato dos criadores, nos últimos 30 dias a empresa atrasou a entrega da alimentação dos animais.

No Vale do Caí, em Harmonia, produtores de frango registram mortes de animais por falta de comida.

A assessoria da empresa foi procurada mas até a noite de ontem a Doux Frangosul não havia se posicionado sobre o assunto.

Na opinião do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Harmonia, Marcos Liell, a situação se agravou no último mês.

– Nós já tínhamos problemas com os prazos de pagamento. A empresa se comprometeu a colocá-los em dia até o mês de junho, mas os produtores ainda têm recebido com atrasos de até 50 dias. Agora, a falta de ração os deixa muito assustados – afirma Liell.

Como os produtores precisam racionar a alimentação, em porções menores, os animais têm demorado mais para chegar ao peso exigido pela empresa. No caso dos frangos, as aves que antes chegavam a 1,4 quilo em 30 dias, agora precisam de 38 dias de granja para atingir o mesmo peso.

De acordo com o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul, Valdecir Folador, entre os produtores de suínos as reclamações têm sido gerais, em todas as regiões atendidas pela empresa.

– Alguns criadores chegaram a dar terra como alimento para os animais. Esperamos que a empresa nos informe logo o motivo do problema para que os produtores entendam o que está acontecendo – diz Folador.

Conforme o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado, Elton Weber, a entidade buscou um posicionamento da Doux, que teria relatado um problema técnico em uma das fábricas de ração, mas a situação já estaria sendo resolvida.

Tags:
Fonte:
Zero Hora

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário