PR passa SC em exportações avícolas no mês de abril

Publicado em 25/05/2010 15:19 165 exibições
No mês de abril, a avicultura paranaense teve motivos para comemorar. Além de manter, pelo segundo mês consecutivo, a meta do estado em exportar mais de 80 mil toneladas por mês, o Paraná exportou em abril de 2010 um volume de 85.626.265 kg, ultrapassando a marca do seu principal concorrente, o estado de Santa Catarina, que exportou 77.777.668 kg no mesmo período.

“Esse foi o primeiro mês de 2010 em que exportamos mais do que Santa Catarina, o estado em primeiro lugar no ranking de exportação avícola em 2009. Nosso objetivo é chegar, em breve, ao posto de estado com maior produção e maior exportação de carne de frango do país”, afirma Domingos Martins, presidente do Sindiavipar (Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná).

No acumulado do primeiro quadrimestre de 2010, o Paraná atingiu a marca de 299.951.873 kg de carne exportada, chegando ao faturamento de U$ 487.859.650, um acréscimo de 11,5% no faturamento em 2009. O Paraná também bateu recordes de produção de carne de frango em 2010. O primeiro quadrimestre do ano fechou com uma produção de 433.863.655 cabeças, 9,5% a mais que a produção do mesmo período de 2009.

De acordo com o presidente do Sindiavipar, esse crescimento na produção é reflexo dos investimentos que os avicultores paranaenses tem feito nos aviários. “Os produtores têm apostado em melhorar a ambiência dos aviários, o que diminui a mortalidade e aumenta nossa produção”, afirma Martins.

A aposta do setor avícola não está apenas em aumentar os números de produção e exportação no estado. De acordo com Martins, há uma grande preocupação por parte dos produtores em deixar a carne de frango ainda melhor para o consumo. “A qualidade da produção também é um fator importante que não pode ser esquecido. No Paraná, os produtores têm investido em novas técnicas que melhoram a qualidade de vida do frango e isso se reflete nas vendas. Com uma qualidade maior, temos mais demanda a atender”, afirma Martins.

Com um crescimento estimado de 5% para 2010, o setor avícola paranaense pretende manter os bons números obtidos até agora. “Continuamos com a meta de exportar mais de 80 mil toneladas por mês. Esses números nos ajudam a manter um bom ritmo de produção e exportação, e poderemos até chegar em um crescimento de 10% ao final de 2010, o que será uma grande vitória para o Paraná”, diz Domingos Martins.
Tags:
Fonte:
Revista Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário