Rússia: importação de frango dos EUA pode ser retomada em junho

Publicado em 31/05/2010 14:08 207 exibições
Anunciada como próxima, a retomada das importações de carne de frango dos EUA pela Rússia agora tem data aproximadamente certa: cerca de 30 dias, o que corresponde ao final do mês de junho. Mas já se adianta que as importações vindouras serão menores que as efetuadas antes da declaração do embargo, iniciado em janeiro passado.
Encarando a retomada como “uma vitória da linha dura de Moscou nas negociações mantidas com Washington”, Alexei Alexeyenko, porta-voz do Serviço Federal de Controle Sanitário e Fitossanitário da Rússia comentou que, agora, o reinicio das exportações pelos EUA depende apenas da vontade das empresas exportadoras norte-americanas, “que, a meu ver, estão ansiosas para que isso ocorra rapidamente”. O que não significa dizer que a retomada será imediata: “Minha expectativa é de que isso aconteça no final de junho”, diz Alexeyenko.
No entender do técnico, nas negociações que vêm sendo mantidas com os EUA desde janeiro, a Rússia assumiu uma posição dura. “Parece-me que os esforços não foram em vão”, conclui, explicando:
“Inicialmente, o lado americano não aceitou o embargo ao frango higienizado com cloro exportado para a Rússia alegando que a legislação local permite esse tipo de tratamento. Nós apenas retrucamos lembrando que nosso país tem suas próprias leis e que os importadores estão obrigados a obedecê-las.
Prosseguindo, Alexeyenko revela que, nas respostas iniciais, Washington apresentou uma relação de 22 diferentes tratamentos químicos que poderiam ser adotados no lugar do cloro. Mas a exemplo do cloro, vários deles estão proibidos na Rússia.
“Mesmo assim os entendimentos prosseguiram, até chegarmos a um acordo quanto aos produtos que satisfazem ambas as partes. Estabelecidas novas regras, os importadores agora estão obrigados a especificar – em um documento adicional separado do certificado veterinário oficial – qual tipo de substância química foi utilizada na higienização das carcaças”.
Tags:
Fonte:
Avisite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário