Mato Grosso se prepara para ser o maior exportador de aves do país

Publicado em 22/06/2010 10:59 259 exibições
Mato Grosso cresce em ritmo chinês e um dos segmentos da indústria que acompanha essa tendência e tem atraído investidores é a avicultura.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias da Alimentação no Estado de Mato Grosso (Siamt), Wilmar Franzner, a grande procura pelo Estado tem explicação: é devido a grande produção de matéria prima para ração. Franzner destaca que um dos entraves desse segmento é a falta de mão de obra.

Para amenizar essa dificuldade, o Siamt realiza diversas ações. Uma delas é o curso ‘Construindo Negócios Sustentáveis – Modelos, Cenários e Estratégias destinado à empresários do setor que participam do Arranjo Produtivo Local (APL das Aves). O curso que será realizado em Tangará da Serra irá começar no dia 28 de junho e encerrar no dia 2 de julho.

Ao todo são 50 vagas destinadas as indústrias frigoríficas, produtores e criadores de aves do município. Os cursos fazem parte do projeto que o Siamt desenvolve em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia-DF, que tem como objetivo fortalecer o segmento e toda a cadeia produtiva das aves, através de ações que visam melhorar a competitividade das empresas tanto para o comércio local, como para a exportação, bem como atrair novos investimentos para o setor. Em busca de capacitar e investir na melhoria da avicultura no Estado.

Exportação - De acordo com os dados da Assessoria Econômica da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), o setor da alimentação é um dos que mais cresceu nos últimos 10 anos. As exportações do complexo carne neste ano registram expressiva recuperação. A carne de frango foi a que mais se destacou neste período, com crescimento de 51% no faturamento e de 55% em toneladas, contudo a carne bovina continua liderando com aumentos de 42,5% em valor e 18,8% em volume físico.

Investimentos - Com a franca expansão do setor, já estão em negociações novos investimentos. Em Primavera do Leste será instalada a empresa Big Frango; em Jaciara será construída a Seara; Lucas do Rio Verde possui a Sadia, Nova Mutum, a Perdigão, Em Tangará da Serra, a Anhambi.

Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário