Suínos de SC: Certificação norte-americana deverá sair até setembro

Publicado em 01/07/2010 10:42 191 exibições
Certificação norte-americana, prevista para sair até setembro, deverá garantir novos mercados.
A certificação dos Estados Unidos reconhecendo SC como zona livre de aftosa sem vacinação, o que pode abrir novos caminhos à exportação de suínos, deve ser concedida em setembro.

A informação foi repassada, ontem, pelo do secretário de Agricultura do Estado, Enori Barbieri, em Chapecó. Ele lembra que apesar do Estado já ter um certificado internacional, reconhecido há três anos pela Organização Mundial de Saúde Animal, os norte-americanos vieram checar o sistema no ano passado e colocaram a aprovação em consulta pública, que encerrou no dia 15 de junho.

Barbieri diz ter convicção de que o Estado será aprovado, pois as manifestações foram favoráveis. Apesar dos EUA serem exportadores, o certificado permite vender alguns cortes, como costelinhas de porco, muito consumidas na terra do Tio Sam. A aprovação também pode abrir as portas do México, que teve representantes do governo visitando o Estado no mês passado, e da Coreia do Sul.

O secretário informou que SC deve receber mais quatro missões: China, em julho; Japão, em agosto; Canadá, em setembro; e União Europeia, em outubro. Os europeus já estiveram no Estado em 2009, mas fizeram exigências, como a não utilização de alguns produtos na ração e a contratação de mais profissionais para a defesa sanitária, que foram atendidas.

Para Barbieri, as primeiras compras destes novos mercados podem sair ainda em 2010. O presidente da Coopercentral Aurora, a maior cooperativa de SC, Mario Lanznaster, no entanto, acredita que os embarques sejam efetuados no próximo ano.

Tags:
Fonte:
Diário Catarinense

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário