Desempenho do ovo na segunda semana de julho

Publicado em 12/07/2010 08:54 193 exibições
Como há tempos não se via, o ovo passou pelo primeiro decêndio de julho sem dar sinais de que o período é o mais ativo do mês em termos de negócios, visto que é nele que se concentra o pagamento dos assalariados.

Pior que isso, porém, é que as vendas permaneceram fracas no decorrer de toda a semana. Assim, embora mantidas (a duras penas) nos mesmos níveis registrados no final da semana anterior, as cotações da semana não refletiram com exatidão as condições do período.
Com certeza, há no momento – e comparativamente a semanas anteriores – uma demanda mais restrita, seja porque terminaram as festas juninas, seja porque estejamos em período de férias escolares. Mas, sem dúvida, o menor consumo estaria sendo neutralizado se a oferta fosse adequada ao momento.

Parece, porém, que a adequação necessária não vem ocorrendo, pois o mercado enfrenta elevada carência de descartes de poedeiras. Ou seja: há retenção de poedeiras além da idade ideal de descarte, o que origina o desbalanceamento entre oferta e procura de ovos.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário