Falta de chuva prejudica pastagens e força queda de preços do leite

Publicado em 08/09/2010 08:12
356 exibições
Os produtores de leite estão bastante preocupados com a falta de chuva que vem prejudicando as pastagens e obrigando o preço do leite a cair. O valor médio do leite pago aos produtores do País voltou a recuar em agosto, mas a seca em algumas regiões produtoras tende a segurar o movimento de baixa.

Na pecuária de corte, a falta de chuvas poderia elevar a oferta de boi, pressionando as cotações. Mas isso não vem ocorrendo, já que há pouca disponibilidade de animais no mercado. Isso tudo por causa do tempo seco e quente, disse o presidente do Sindicato Rural de Marília, Yoshimi Shintaku, ao tomar conhecimento de como anda a pecuária de leite diante da estiagem.

De acordo com levantamento da Scot Consultoria, em agosto, os produtores de leite receberam R$ 0,699 pelo litro da matéria-prima entregue em julho. O valor é 2,6% menor do que o registrado no mês anterior.

A falta de chuvas desde julho já afeta pastagens em regiões de pecuária leiteira, como o leste de Minas Gerais e o noroeste paulista. Nesse quadro, a produção tende a cair se os pecuaristas não fizerem a suplementação da alimentação do gado. Metade dos laticínios pesquisados pela Scot no País já indica manutenção de preços no próximo pagamento, referente ao leite entregue em agosto. As quedas recentes estão relacionadas à elevada importação de leite em pó pelo Brasil.
Tags:
Fonte: Jornal da Cidade

Nenhum comentário