Desempenho do frango vivo na segunda semana de setembro

Publicado em 13/09/2010 09:21
312 exibições
Mesmo a semana sendo mais curta (com o feriadão de 7 de setembro houve menos abates e menos vendas, aumentando, portanto, o estoque de aves vivas), o mercado continuou com a firmeza da semana anterior. Tanto que o produto comercializado no interior paulista obteve dois reajustes de cinco centavos cada na quarta e na quinta-feira e, com isso, fechou a semana negociado por R$1,90/kg. Minas Gerais (onde, desde o começo do mês, prevalecia diferença, a mais, de 10 centavos) teve comportamento similar ao de São Paulo: encerrou a semana com o frango vivo cotado a R$2,00/kg.

Entre paulistas e mineiros esses valores não eram alcançados desde julho de 2009, mês em que, sob o influxo de uma elevada produção, a ave viva passou a registrar forte perda de preço. A ponto de, dois meses depois (em setembro, exatamente um ano atrás) registrarem-se recuos de preço da ordem de 34% e 40% em São Paulo e em Minas Gerais, respectivamente.

Não é à toa, pois, que em São Paulo o preço do frango vivo apresente, no momento, uma valorização de 33,62% sobre o valor médio de setembro de 2009. Quer dizer, não se trata, na realidade, de um ganho e, sim, de reposição das perdas enfrentadas há um ano. Tanto é que a atual média mensal (R$1,83/kg nos primeiros 11 dias de setembro) ainda permanece aquém da média registrada em setembro de 2008 R$1,85/kg.

Não se considere, também, que a cotação represente um grande ganho para o setor produtivo. Os preços das principais matérias-primas, especialmente os do milho e do farelo de soja também se encontram em forte e rápida evolução. Além disso, mesmo mantendo até o final de 2010 (pouco mais de 90 dias úteis nos separam de 2011) a atual cotação, o frango vivo vai obter, no preço médio do corrente exercício, um ganho de apenas dois centavos (+1,2%) sobre 2009 (média anual de R$1,65/kg contra R$1,63/kg no ano passado). Ou seja: continua sendo um ganho negativo, pois insuficiente até para cobrir a inflação registrada neste ano.

Ah!, sim... As informações de mercado davam conta de que os abatedouros avícolas fecharam a segunda semana do mês sem estoques de frango abatido. Ou seja: o mercado tende a permanecer firme, não se descartando a possibilidade de ser alcançado e até superado o recorde histórico de preço - R$1,95/kg, valor alcançado pela primeira vez em outubro de 2003 e registrado, posteriormente, em agosto e setembro de 2008.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário