Entre janeiro e julho, exportação de frango dos EUA foi quase 7% menor

Publicado em 20/09/2010 08:37
239 exibições
Dados do Departamento de Agricultura dos EUA apontam que, após breve recuperação em junho (único mês deste ano em que o volume embarcado foi maior que o do mesmo mês do ano anterior), as exportações de carne de frango voltaram a apresentar resultado negativo. Em julho o volume exportado ficou em 236.198 toneladas, recuando cerca de 7% e 14,5% em relação, respectivamente, a julho de 2009 e a junho de 2010.

Com esse resultado, os embarques dos sete primeiros meses do ano somaram 1,674 milhão de toneladas, ficando 6,6% abaixo do volume registrado em idêntico período de 2009.
O índice de recuo observado nos últimos 12 meses não foi muito diferente: a queda observada ficou em, praticamente, 6% - o que significou volume total inferior a 3 milhões de toneladas. Mais exatamente 2,974 milhões/t, contra 3,163 milhões/t nos sete primeiros meses de 2009.

É notório que os números do USDA referem-se apenas à carne de frango in natura. E, mesmo assim, não incluem as exportações de patas de frango. Parece, no entanto, que os resultados globais não são melhores que os anunciados pelo órgão do governo norte-americano.

Uma luz nesse sentido é dada pela revista Meat & Poultry que, citando dados do National Chicken Council, diz que entre janeiro e julho de 2010 os EUA exportaram 1,912 milhão de toneladas de carne de frango, com elas obtendo receita cambial de US$2.085 milhões. Esses resultados significaram quedas de 10,8% no volume e de 5,9% na receita. Ou seja: houve valorização (de 5,5%) no preço médio, que passou de US$1.033,24/t nos sete primeiros meses de 2009 para US$1.090,27/t no mesmo período de 2010.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário