Abate de frango cresce 21% no 2º trimestre no Ceará

Publicado em 01/10/2010 07:36
262 exibições
A produção bovina também cresceu, com 2,68% a mais que em 2009. Já a produção de suínos recuou 2,09%.
Mais uma vez, o frango tem sido o principal destaque da produção animal no Ceará. O desempenho de abates da ave no Estado registrou novo crescimento no segundo trimestre de 2010. Em comparação a igual período de 2009, o número de frangos produzidos subiu 21,5%, com mais de 290 mil cabeças a mais na comparação. A produção bovina também teve crescimento, com 2,68% a mais que no último ano. Já a produção de suínos seguiu caminho contrário e teve leve decréscimo de 2,09%. A quantidade de leite cru ou resfriado produzido também teve bom desempenho, com crescimento de 12,8% em relação ao ano passado. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar do crescimento no abate de aves, 1,58 milhão de animais, o Ceará ainda ocupa posição discreta, tanto do ponto de vista regional, como nacional. No Nordeste, o estado fica atrás de Bahia, que abateu 14, 7 milhões; de Pernambuco, com 12,4 milhões e Paraíba 3,11 milhões. No Brasil, o Ceará é o 15º na produção de frango.

Nos indicadores relativos à carne bovina, o Estado teve produção de 80.210 cabeças e, em comparação ao mesmo período de 2009, teve crescimento de 2,68%, totalizando 2.094 a mais. Com isso, o Ceará permanece como 3º maior produtor do Nordeste, atrás apenas de Pernambuco, que abateu 93.890 animais, e da Bahia, com 294.340 abatimentos. No ranking nacional, o Ceará ficou na 18ª posição.

É na produção suína que o Ceará consegue ser o maior da região, embora tenha apresentado queda com relação ao mesmo período de 2009 e ao primeiro trimestre deste ano. No Nordeste, o Estado é o maior produtor com 30.104 animais abatidos. No ano passado, o número foi de 30.749 cabeças, o que representa queda na produção de 2,09%. Em comparação aos outros estados nordestinos, o Ceará foi maior. A Bahia abateu 18.641 animais e Pernambuco 23.606. No País, o Ceará conquista a sua melhor posição (11º) na produção animal.

Já a produção de leite no Estado apresentou crescimento em relação a 2009. Foram produzidos 50,74 milhões de litros, 5,78 milhões de litros a mais do que foi produzido anteriormente. Com esse resultado, o estado é o terceiro maior produtor no Nordeste e 14º lugar no Brasil.

No Brasil

No 2º trimestre de 2010 foram abatidas 7,587 milhões de cabeças de bovinos, alta de 7,2% ante o trimestre imediatamente anterior e de 10 % na comparação com igual período de 2009. Os dois índices de crescimento confirmam tendência de retomada do crescimento, após forte retração verificada a partir do 3° trimestre de 2008. O número de cabeças abatidas retornou ao patamar de 7,6 milhões de unidades, alcançado no período anterior à crise financeira internacional. Foram abatidos 1,236 bilhão de unidades de frangos, alta de 2,4% frente ao trimestre anterior e de 5,8% em relação ao mesmo período de 2009.

O abate de suínos cresceu 3,3% ante o trimestre anterior, e 6,6% na comparação com o mesmo período de 2009. Com isso, a produção somou 8,067 milhões de cabeças.
Tags:
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário