Novo milho e aumento sazonal de suínos prejudicam preços

Publicado em 27/10/2010 09:50
349 exibições
Por Jim Long
Os preços de suínos nos EUA e no Canadá continuam a definhar, em comparação com os preços altos de dois meses atrás. Na última sexta, o preço Iowa-Minnesota fechou na média de 64,28 centavos por libra de carcaça magra que é, provavelmente, pelo menos 20,00 dólares por cabeça abaixo do custo. A comercialização de suínos nos EUA na semana passada atingiu 2,331 milhões de cabeças, um pouco acima da mesma semana no ano passado, 2,323 milhões. Há muito tempo que a comercialização semanal não excede a do ano anterior.

Outras observações
Os suínos estão crescendo rapidamente. Milho recentemente colhido tem um peso de teste maior, mais proteína, e provavelmente, menos vomitoxina em comparação com a safra do ano passado. A explosão no crescimento está dando poder para as indústrias. O crescimento rápido dos suínos juntamente com o habitual aumento sazonal na oferta está levando os produtores a chamar as indústrias para aceitar suínos para criar espaço na granja e manter o fluxo de suínos em dia. A velha pergunta "Quem está chamando quem?" é muito apto neste momento. Os produtores estão chamando e em alguns casos, implorando para a indústria receber seus suínos pesados. As indústrias podem ajudá-los, mas a natureza humana faz com que seja feito com um desconto. Isto leva a preços mais baixos do suíno enquanto o valor de cortes da carcaça, medido pelo USDA, permanece em um nível que facilita margens boas para as indústrias (última quinta-feira USDA cut-outs 76,76 centavos por libra). A boa notícia é que, apesar de comercialização de mais de 2,3 milhões de suínos, a demanda é tal que permite que os preços no atacado de carne suína fiquem fortes. Na medida que a oferta sazonal cai nos próximos meses, pode-se esperar uma recuperação dos preços à vista.

O aumento dos preços dos alimentos nas últimas semanas certamente alterou para baixo as expectativas de oferta de suínos para abate no próximo verão. O preço futuro para o verão do ano que vem bateu o recorde na última sexta-feira. Esperamos ver ainda mais firmeza nos preços futuros para o verão e o outono de 2011 no mercado futuro. A continuação de preços elevados dos alimentos em breve começará a afetar a oferta de suínos para 2012, não só na América do Norte, mas também no resto do mundo.

Há um verdadeiro paradoxo na oferta e utilização de milho. O preço é muito alto, mas há tanto milho estocado em todo o Centro-Oeste que a gente se pergunta sobre a real relação entre oferta e demanda. Como se comportarão as exportações de milho com o preço a US$ 5,00 por bushel? Como os produtores de etanol de milho lidarão com milho a US$ 5,00 e petróleo a US$ 80.00 por barril? Já que a s companhias petrolíferas não produzem etanol, nunca conseguimos entender qual o incentivo para eles venderem etanol em suas redes de postos. Foi o CEO da Exxon que disse que viu pouco futuro com o que ele chamou de cachaça!
Tags:
Fonte: Suinocultura Industrial

Nenhum comentário