Decisão russa pode ter implicações sobre o frango brasileiro

Publicado em 28/10/2010 10:10
173 exibições
Sempre que se fala da perspectiva de a Rússia vir a interromper suas importações de carne de frango, a primeira ideia que vem à mente é a de que os EUA serão os únicos prejudicados, pois irão perder aquele que há anos vem sendo seu principal mercado. E o mais importante, talvez, mercado consumidor de um produto (coxa/sobrecoxa de frango) que, internamente, não é valorizado.

É impossível ignorar, no entanto, que se a Rússia conseguir concretizar esse feito afinal, o país é, há anos, o maior importador mundial de carne de frango o Brasil também tende a ser prejudicado. E com risco de grandes perdas, pois sobretudo como decorrência do embargo que, desde o início de 2010, a Rússia impôs ao frango americano clorado aquele mercado tornou-se importante para os exportadores brasileiros.

Os dados da SECEX/MDIC relativos ao período janeiro-setembro de 2010 deixam isso bem claro. Assim, nesses nove meses, o volume de carne de frango exportado pelo Brasil para a Rússia superou as 112 mil toneladas, o que significou aumento de 111% sobre as 53 mil toneladas registradas no mesmo período de 2009.

Porém, mais significativo foi o aumento na receita cambial que, no período, totalizou US$189,3 milhões, valor correspondente a um aumento de 150% sobre os US$75 milhões obtidos nos três primeiros trimestres de 2009.
Tags:
Fonte: AviSite

Nenhum comentário