Desempenho do frango vivo na primeira semana de 2010

Publicado em 10/01/2011 08:36 265 exibições
O frango iniciou 2011 apresentando o comportamento típico de todo Ano Novo: redução significativa e absolutamente normal do consumo em relação ao mês de Festas, o que leva os frigoríficos a (também naturalmente) reduzirem o anterior ritmo de abate, o que leva a uma menor demanda da ave viva.

Como resultado - e mesmo a produção permanecendo inalterada, aparentemente sem aumentos – a ave viva agora disponibilizada supera as necessidades e rompe o equilíbrio existente há meses entre oferta e procura.

Daí ter ocorrido, logo na primeira semana do ano, queda de preço do produto nas duas principais praças do Sudeste do País, São Paulo e Minas Gerais. Em ambas a redução foi de cinco centavos, o que significa valores de R$2,05/kg e R$2,15/kg no interior paulista e em Minas Gerais, respectivamente.

A despeito da queda, o preço médio da semana continua correspondendo à média alcançada em dezembro passado, ocasião em que o frango obteve o melhor preço nominal de toda a história da moderna avicultura. Mas essa ocorrência é passageira e já nesta semana, independente da alteração da atual cotação, o preço médio do frango vivo deve se tornar negativo em relação ao mês anterior.

Porém, o que mais deve chamar a atenção dos analistas de plantão é a valorização obtida pelo frango vivo em relação a janeiro de 2010: +33,33%. Com certeza, irão ignorar que, há um ano, o produto ficou com um preço médio inferior ao do mesmo mês de 2009. Como irão ignorar que nos últimos 12 meses a principal matéria-prima do setor, o milho, aumentou praticamente 50%.
Quer dizer: o ganho atual, que deve se diluir no decorrer do mês, é absolutamente ilusório.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário