Em 2010, exportação de frango dos EUA recuou no volume e na receita

Publicado em 28/02/2011 10:49 161 exibições
Dados consolidados recém-divulgados pelo Departamento de Agricultura dos EUA apontam que o efeito “Rússia+China” sobre as exportações norte-americanas de carne de frango influenciou negativamente não apenas o volume embarcado internacionalmente, mas também a receita cambial do setor em 2010.

O volume exportado – e que inclui, também, as patas de frango, normalmente consideradas à parte pelo USDA – ficou em 3,379 milhões de toneladas, o que significou recuo de 5,2% sobre 2009.
Embora em nível considerado baixo, a receita cambial também fechou o exercício com resultado negativo: somou US$3,595 bilhões, recuando 1,6% em relação a 2009.

Esses resultados, comparados com os obtidos pelo Brasil, mostram que as exportações brasileiras foram 13% maiores. Mas como o preço médio obtido pela carne de frango brasileira foi 67,5% superior (US$1.064/t nos EUA; US$1.782/t no Brasil) a receita cambial brasileira acabou sendo quase 90% superior.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário