Ovo encerra fevereiro com preço inferior ao de dois anos atrás

Publicado em 28/02/2011 10:51 252 exibições
Repetindo o que deve ocorrer com o frango vivo, os próximos dados inflacionários de fevereiro corrente devem registrar que o preço pago ao produtor paulista pelo ovo valorizou-se 12,3% no mês e no ano, enquanto em relação ao preço de um ano atrás é 14,1% superior. Assim, alcança índices de evolução que serão considerados suficientes para cobrir a inflação deste mês, dos dois primeiros meses de 2011 e, inclusive, dos últimos 12 meses.

Ledo engano. Porque em relação ao preço recebido dois anos atrás (final de fevereiro de 2009), o valor atual recebido pelo produtor é quase 4% inferior. Ou, retrocedendo mais um ano, 25% menor que o valor recebido no final de fevereiro de 2008 – o que é, no mínimo, surpreendente.
A surpresa aumenta quando se busca a paridade entre o valor atualmente recebido e aquele de três anos atrás. Ou seja:

- Para obter o mesmo faturamento (nominal, não deflacionado) de três anos atrás, o produtor precisa hoje de volume de ovos um terço maior (+34,2%);

- Para adquirir a mesma quantidade de milho, o produtor precisa de um volume de ovos 52% maior;

- Por fim, para poder pagar o mesmo salário mínimo de três anos atrás, o produtor precisa quase do dobro do volume anterior (+90,77%). Ou seja: em fevereiro de 2008, 15 caixas de ovos pagavam dois salários mínimos (SM); três anos depois cobre apenas um SM.

Tags:
Fonte:
AviSite

0 comentário