Carne de frango: disponibilidade de mais de 48 kg per capita em 2011?

Publicado em 17/03/2011 10:39 402 exibições
Os dados relativos à disponibilidade interna de carne de frango registrada em janeiro de 2011 suscitam especulações que merecem um pouquinho mais de atenção do setor produtivo. Senão, vejamos:
No primeiro mês do ano, a avicultura de corte disponibilizou internamente volume da ordem de 793 mil toneladas de carne de frango, o que correspondeu, em média, a uma oferta diária de 25,5 mil toneladas. E este número, projetado para os 365 dias do ano, aponta oferta interna total de pouco mais de 9,3 milhões de toneladas – quase 10% a mais que o volume total ofertado internamente em 2010. Mas o que significa isso em termos de disponibilidade per capita?
Considerados os dados do IBGE de que em 1º de julho de 2010 a população brasileira estava representada por pouco mais de 190,7 milhões de habitantes e de que na década essa população evoluiu a uma média de 1,17%, pode-se estimar, para 2011, uma população média em torno dos 193 milhões de habitantes. Que terão à sua disposição algo em torno dos 48,2 kg per capita de carne de frango.
Naturalmente, aumentos na oferta interna tendem a ser melhor absorvidos na medida em que prevalece a tendência de preço elevado da carne bovina. Mesmo assim, não custa perguntar: será que a perspectiva de um novo incremento de mais de 8% sobre 2010 (ou de mais de 20% sobre 2009) no per capita não é exageradamente otimista?
Aliás, vale alertar para o fato de que essa é uma projeção baseada apenas nos resultados do primeiro mês do ano. Ou seja: a tendência é a de ofertas futuras maiores que essa e, portanto, de índices de incremento ainda mais significativos.
Pode parecer cedo, mas talvez seja hora de começar a ligar o “desconfiômetro”.


20110317_grafico_2.gif
Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário