Preço pago pelo arroz preocupa produtores do RS

Publicado em 09/05/2011 08:53 362 exibições
Se comparado ao valor pago em 2010, o valor da saca já caiu 35%.Produtores reclamam que o valor pago não cobre os custos de produção.
Nas lavouras gaúchas a colheita já terminou e é considerada a maior da história. O Instituto Riograndense do Arroz, o IRGA, estima que tenham sido colhidos este ano mais de 8,7 milhões de toneladas do grão.

Mesmo com a safra recorde, os produtores estão descontentes com o preço pago pelo produto, em média R$ 18 a saca, que no ano passado era vendida a R$ 28 reais. Houve uma desvalorização de 35%. “O valor de R$ 18 não cobre os custos de produção, o gasto com insumos, defensivos, a mão-de-obra, o preparo do solo. O produtor está desestimulado”, comenta o agricultor Ademar Bastiani.

O preço mínimo estabelecido pelo governo para a saca de arroz é de R$ 25,80. Com o excesso do produto e o preço baixo, a maior parte dos produtores preferiu estocar. Os armazéns já estão praticamente lotados.

Na maior cooperativa da região central do estado, o clima é de apreensão. O Brasil importa cerca de um milhão de toneladas de arroz por ano. A entrada do produto joga os preços lá para baixo e uma vez que, nesta safra a produção brasileira está maior, a cooperativa teme que os preços caiam ainda mais. “Uma solução seria vender para o governo pelo preço mínimo, só que hoje não existe armazenagem suficiente”, explica Claudimir Piccin, vice-presidente de cooperativa.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário