Embargo: Decisão russa derruba preço do suíno vivo

Publicado em 07/06/2011 09:10 221 exibições
Criadores temem que suspensão das exportações faça o preço cair mais. Para diminuir as despesas, os animais estão sendo vendidos antes.
A produtora Jenifer Gish que pretendia espandir a produção teve de desacelerar os planos. A construção da granja nova foi interrompida. A ração deixou de ser comprada pronta e é feita na propriedade com farelo de milho.

Para diminuir as despesas, os animais estão sendo vendidos antes do comum, agora com 80 e não mais com 100 quilos.

Desde que as exportações da carne para a Rússia e Argentina estacionaram, o produtor anda preocupado. Nos últimos dois meses, o preço do quilo do suíno vivo caiu de R$ 2,20 para R$ 1,80.

No campo, a expectativa é que as exportações voltem o quanto antes ao normal. O produtor reclama que o custo de produção está muito alto e fica difícil manter a atividade. O prejuízo está bem maior que os lucros.

Para o investimento compensar, o presidente da Associação Regional dos Suinocultores do Oeste do Paraná explica que o quilo deveria ser vendido por pelo menos R$ 2,70. “Nós tivemos altos e baixos nos últimos tempos e hoje estamos trabalhando no prejuízo”, disse Darci José Backes.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário