Embargo ucraniano deixa setor da suinocultura apreensivo em Santa Catarina

Publicado em 22/06/2011 10:00 306 exibições
Expectativa é de que a situação do setor da suinocultura fique cada vez mais complicada.
A notícia foi recebida com muita preocupação em Santa Catarina. A expectativa é de que a situação do setor da suinocultura fique cada vez mais complicada. O produtor Clair Dariva, de Chapecó, conta com cerca de três mil animais. Para ele o mercado vai de mal a pior e o brasileiro precisa consumir mais.

Cada brasileiro consome apenas 13 quilos de carne suína por ano. Pouco em relação a outros países como a Alemanha onde cada pessoa come cerca de 70 quilos por ano. De olho neste cenário, o economista José Martins dos Santos acredita que fortalecer o mercado interno pode ajudar a minimizar os efeitos gerados pelos embargos da Rússia e da Ucrânia à carne nacional.

Depois do embargo russo, a decisão da Ucrânia deixa em alerta as agroindústrias da região. Até que o Ministério da Agricultura sinalize com uma solução para o produtor o jeito é aguardar a retomada dos embarques aos países.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

0 comentário