Produtores de suínos terão linha de crédito e dívidas prorrogadas

Publicado em 13/07/2011 11:50 263 exibições
Durante audiência com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, na segunda-feira, o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) foi informado que parte dos pleitos dos suinocultores será atendida pelo governo. Segundo o deputado gaúcho, serão disponibilizados recursos para a Linha de Crédito Especial – LEC – para apoiar a comercialização de até um milhão de toneladas de suínos.

Conforme o deputado Heinze, o dinheiro será destinado aos produtores, cooperativas, agroindústrias e exportadores que poderão financiar o carregamento de estoques para a comercialização futura da carne. A concessão do crédito estará condicionada à comprovação da aquisição da matéria-prima direta dos criadores ou de suas cooperativas, por preço não inferior ao de referência estabelecido, que deverá ser anunciado em R$ 1,74 o quilo vivo. O juro será fixado em 6,75% ao ano e o prazo para reembolso será de 180 dias. “Essa linha dá nova esperança as milhares de famílias brasileiras que sobrevivem da atividade”, avalia.

Endividamento: as parcelas do crédito rural, vencidas e a vencer neste ano, dos produtores de suínos também serão prorrogadas. Os custeios 2011 poderão ser pagos em até cinco parcelas – a primeira deve ser liquidada neste ano e as demais até 2015. As operações de investimentos e de custeios alongados de safras anteriores serão remanejadas para 12 meses após a última prestação.

Para entrar em vigor, as medidas precisam ser aprovadas pelo Conselho Monetário Nacional – CMN. A reunião ordinária do colegiado está marcada para o próximo dia 28. No entanto, Heinze cobra urgência na publicação da norma.

Tags:
Fonte:
AI Dep. Federal Luis C. Heinze

0 comentário