Carnes típicas do Natal têm aumento de até 15%

Publicado em 16/11/2011 07:07 172 exibições
Peru, chester, ave, pernil, lombo ou tender...qualquer que seja a opção, o bolso deve estar preparado. Neste Natal, a ceia deve ficar mais cara. Isso porque os frigoríficos estimam um aumento entre 10% e 15% nos preços das carnes consumidas na data, comparados com os valores do mesmo período do ano passado.

Segundo os fornecedores, o reajuste baseia-se em repasse de custos, elevados pelo encarecimento de commodities, como milho e soja.

Mesmo com a alta, as empresas esperam um avanço de até 10% nas vendas de aves e suínos. Também estão investindo em produtos mais sofisticados e de fácil preparo para atrair o consumidor.

Leia na íntegra do site: Suinocultura Industrial
Tags:
Fonte:
Suinocultura Industrial

0 comentário