Brasil limita importação de leite em pó da Argentina

Publicado em 17/11/2011 07:43 239 exibições
O presidente da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Sant’anna Alvim e o presidente do Centro de Indústria Leiteira da Argentina (CIL), Miguel Angel Paulón assinaram acordo bilateral relativo ao comércio de leite em pó entre os setores privados de lácteos do Brasil e da Argentina. A assinatura ocorreu durante reunião realizada na tarde desta quarta-feira (16), durante a Assembleia Geral da Federação Pan-Americana do Leite (Fepale), em Punta Del Leste, no Uruguai.

O documento estabelece limite de 3,6 mil toneladas por mês, para as importações de leite em pó provenientes daquele país. O acordo tem duração de um ano, contados a partir de 1º de novembro deste ano. Para o presidente do Sistema Faeg/Senar e vice-presidente de finanças da CNA, José Mário Schreiner, que participou da reunião, o acordo é uma conquista para os produtores do Brasil porque evita surtos de importação que deprimem os preços do leite.

De acordo com o presidente da Fepale, Vicente Nogueira, que representa o Sistema Organizações das Cooperativas Brasileiras (OCB) nas negociações, o próximo passo do Brasil é buscar um acordo com o Uruguai. Também estiveram presentes na reunião o Presidente da Confederação Brasileira de Cooperativas de Laticínios (CBCL), Paulo Bernardes e o Superintendente do Senar, em Goiás, Marcelo Martins.

Tags:
Fonte:
Faeg/Senar

0 comentário