Trigo garante renda para agricultores com a quebra na safra de verão

Publicado em 15/03/2012 16:23 447 exibições
Para muitos agricultores gaúchos que estão tendo perdas na safra de verão devido a estiagem, o trigo colhido há poucos meses está sendo um alívio no bolso. É o caso do produtor de São Luiz Gonzaga, João Luiz Mattioni. Com a soja bastante prejudicada no campo, a cultura de inverno é que está mantendo inclusive os funcionários na propriedade. Ele colheu em média 68 sacas por hectare, ou seja, 4.080 quilos. 

Segundo ele, esse ótimo desempenho se deve a constante busca por novas cultivares e técnicas de manejo para o trigo. Os filhos Diovani e Giancarlo, ambos agrônomos, também têm papel fundamental no sucesso nas safras do cereal. “O trigo precisa de monitoramento diário, investimento e manejo preciso”, ressalta Mattioni, que há 35 anos ininterruptos planta trigo. De acordo com ele, neste ano a lavoura de trigo ganhará mais espaço do que os 840 hectares semeados na última safra, ganhando área antes destinada a aveia. 

Para obter resultados econômicos com a triticultura uma das etapas é a escolha da semente para plantar. Nesta edição da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque/RS, a Biotrigo Genética apresentou nove cultivares aos visitantes da feira. Já disponível para os agricultores semearem na próxima safra, o TBIO Pioneiro é Trigo Pão, tem alto potencial de rendimento e qualidade industrial. 

Para os produtores de semente já escolherem as suas novas cultivares, a Biotrigo apresentou o TBIO Seleto, TBIO Tibagi, TBIO Iguaçu e TBIO Itaipu. As duas primeiras tem entre as suas características a precocidade, já as outras duas são os primeiros filhos de Quartzo – cultivar líder no Rio Grande do Sul e Brasil. 

Além disso, pela primeira foram apresentados os cultivares que serão disponibilizados aos sementeiros em 2013, sendo eles: TBIO Alvorada, TBIO Mestre e TBIO Sinuelo. Essas sementes estão sendo recém lançadas para compor o portfólio de qualidade da Biotrigo Genética.
Tags:
Fonte:
Biotrigo

0 comentário