Arranjo produtivo incrementa produção de arroz em Alagoas

Publicado em 16/04/2012 13:37 327 exibições
Um arranjo produtivo local (APL) vai incrementar os negócios dos produtores de arroz da região do Baixo São Francisco, em Alagoas. A iniciativa terá como ponto de partida uma unidade de beneficiamento do cereal, localizada em Igreja Nova, e também reunirá empreendimentos de Penedo, Piaçabuçu e Porto Real do Colégio, municípios que têm tradição na atividade.

O objetivo do APL Rizicultura Baixo São Francisco é aproveitar a indústria já instalada para conquistar os mercados local e nacional. O Sebrae em Alagoas assinou um acordo com a Secretaria Estadual de Agricultura e do Desenvolvimento Agrário na última quinta-feira (12) para viabilizar a iniciativa.

De acordo com Renata Fonseca, diretora-técnica da instituição no estado, a consolidação do projeto valorizará ainda mais a cultura do arroz na unidade federativa. “Esse novo APL marca a inclusão da produção industrial na agricultura familiar. Agrega valor a uma atividade econômica natural dessas regiões. A partir dele, os produtores vão aumentar sua renda e a qualidade do trabalho”, destacou.

A gerente do escritório do Sebrae em Penedo (AL), Liza Bádue, explicou que, com o APL, “a produção vai ser muito mais fácil de ser vendida devido à organização do trabalho e dos produtores. Um arroz do tipo 3, por exemplo, que é de uma qualidade mais baixa, passará a ser do tipo 1, a mais alta. Tudo isso vai fazer com que o produto se valorize no mercado”.

A formação do APL Rizicultura no Baixo São Francisco conta ainda com o apoio das secretarias do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), do governo federal e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), entre outras instituições.

Tags:
Fonte:
Agência Sebrae

0 comentário