Expectativa entre produtores de arroz para o incentivo da cultura no MS é positiva

Publicado em 20/06/2012 11:11 363 exibições
Mato Grosso do Sul possuiu uma área de mais de 16 mil hectares destinados ao cultivo do arroz, como uma produção de 106,2 mil toneladas de grãos.
Preocupados com o destino do cultivo do arroz no Estado do Mato Grosso do Sul, produtores rurais desenvolveram há pouco menos de um mês, um documento solicitando incentivo do governo estadual, questionando a falta de regularização ambiental para o cultivo do arroz de várzeas e também um estímulo fiscal tributário. “ Existem outros motivos também, como o incentivo para pesquisas de novas variedades de arroz de acordo com o nosso clima e a falta de infra-estrutura para o armazenamento da cultura, já que muitos são de soja e milho” – explica Lucas Galvan, assessor técnico da Famasul.

O documento está na fase de finalização, e, segundo o assessor, será entregue à secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Côrrea da Costa Dias na próxima semana. “ No máximo até quarta-feira que vem (20), o documento já estará nas mãos da secretária que entregará ao governador André Puccinelli o quanto antes” – acrescenta Galvan.

Atualmente, Mato Grosso do Sul possuiu uma área de mais de 16 mil hectares destinados ao cultivo do arroz, como uma produção de 106,2 mil toneladas de grãos. Bem menor do que a safra 2004/2005 onde a área de plantio registrava 42.115 hectares, com uma produção de 216, 3 mil toneladas, correspondendo à redução 61 % na área cultivada e a redução de 51 % na produção. Entretanto houve um acréscimo de 1.273 kg/ha na produtividade, equivalente a 25%.

Para o produtor de arroz, Darcy Azambuja, a esperança é que o documento em mãos, faça com que essa produtividade do arroz cresça no Estado “ Acredito que o governo não negará o incentivo, mas ainda falta muito para cantar vitória. Precisamos ver na prática como será” – desabafa Azambuja.
Tags:
Fonte:
Planeta Arroz

0 comentário