Receita do PR apreende mais de oito mil sacas de trigo argentino

Publicado em 22/08/2012 17:32 435 exibições
A Receita Estadual apreendeu em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, mais de 8 mil sacas de trigo argentino, que entraram irregularmente no Estado. Destinado para consumo no Paraná, o trigo importado da Argentina por empresas de outros estados foi localizado na terça-feira (21) em um armazém às margens da BR 277, durante operação do Fisco. 

O estabelecimento foi autuado em R$ 150 mil. O diretor da Coordenação da Receita do Estado (CRE), Gilberto Della Coletta, disse que a Receita vai intensificar a fiscalização em outras localidades para impedir a entrada irregular de produtos de outros países no Estado. 

De acordo com cálculos de auditores fiscais da Delegacia Regional da Receita de Foz do Iguaçu, o valor das 8.430 sacas de farinha de trigo está estimado em R$ 360 mil. Como o produto não tinha documentação fiscal exigida pela Receita Estadual, o armazém clandestino de uma transportadora foi multado em R$ 150 mil, incluídos o valor do ICMS e da multa pela infração. A carga só será liberada após o recolhimento desse valor, adiantou Coletta. 

A descoberta e apreensão do produto são resultados de operação desenvolvida na terça-feira (21) pela Receita Estadual com a finalidade de conferir a movimentação de mercadorias em estabelecimentos e transportadoras em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. Dos dez endereços vistoriados, os auditores encontraram em um o produto que entrou clandestinamente no Paraná. 

A farinha de trigo, segundo se apurou, teria sido importada da Argentina por empresas de São Paulo e Minas Gerais para ser vendida no Paraná. 

Coletta esclareceu, nesta quarta-feira (22), que a operação realizada será estendida a outros municípios da circunscrição da Delegacia da Receita de Foz do Iguaçu. E adiantou que, com o objetivo de impedir a movimentação de mercadorias irregulares e os prejuízos que acarretam ao estado, serão realizadas fiscalizações dessa natureza em outras regiões do Paraná.
Tags:
Fonte:
Agência Est. de Notícias do PR

0 comentário