Trigo: Geada no PR pode reduzir produção em um milhão de toneladas

Publicado em 04/09/2013 10:28
461 exibições

As plantações de trigo do Paraná foram fortemente prejudicas pelas geadas ocorridas em julho e agosto. Esse cenário pode reduzir a produção do cereal em pelo menos um milhão de toneladas. Além disso, o frio intenso afetou a qualidade do produto, dificultando, inclusive, negociações antecipadas. No total, cerca de 80% das lavouras do Paraná foram prejudicadas pelo clima nos últimos dois meses. Antes das geadas, a expectativa do Deral/Seab era de que o Paraná colhesse cerca de 2,9 milhões de toneladas de trigo, considerando-se o potencial de produtividade de 3 toneladas por hectares. Agora, as estimativas sinalizam oferta de 1,96 milhão de toneladas, com queda de 7% sobre a produção do ano anterior. Como o Deral/Seab apontou que a área cultivada teve crescimento de 25%, esta oferta implica em produtividade de pouco mais de 2 toneladas por hectare, próxima à obtida em 2008/09. Enquanto isso, os preços seguem firmes no Brasil e na Argentina e registram quedas na Bolsa de Chicago (CME/CBOT). Moinhos colaboradores do Cepea afirmam que a última geada de agosto também atingiu lavouras do Paraguai, e que a Argentina deverá recompor seus estoques domésticos antes de liberar as vendas externas. Assim, os desafios das indústrias moageiras brasileiras serão a busca pela matéria-prima e de fontes alternativas e o controle da moagem e das vendas de farinhas. 

Tags:
Fonte: Cepea

1 comentário

  • Rudinei Luis Erpen Lagoão - RS

    Enquanto isto no RS, as lavouras continuam se desenvolvendo bem, as geadas previstas não aconteceram a ponto de trazer grandes danos a cultura e até o momento a expectativa de produtividade continua sendo boa, uma vez que a previsao nao aponta frio e chuva em excesso nos proximos 15 dias.

    0