Trigo: Com menor liquidez, preços seguem em queda no RS

Publicado em 19/02/2014 10:08 7805 exibições

Os dois estados produtores de trigo passam por cenários divergentes. Enquanto no Paraná a comercialização segue avançando, no Rio Grande do Sul, a liquidez é lenta. Nem mesmo a redução do ICMS gaúcho, para 8%, melhorou o ritmo de negócios no estado. Segundo pesquisadores do Cepea, os moinhos brasileiros têm dado preferência para o trigo Argentino, que apresenta qualidade superior. Com isso, as cotações seguem em queda no estado gaúcho e, consequentemente, tem aumentado a diferença entre os preços médios do Paraná e do Rio Grande do Sul. De 11 a 18 de fevereiro, especificamente, os preços no mercado de balcão (preço pago ao produtor) tiveram ligeira queda de 0,3% no PR e de 3,3% no RS. No mercado de lotes (negociações entre empresas), houve pequena alta de 0,3% no Paraná e estabilidade no Rio Grande do Sul. Entre os derivados, a demanda por farinhas continua firme. Moinhos, no entanto, estão tentando segurar as cotações e trabalham com descontos específicos para cada cliente.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário