FAO estima queda nos estoques mundiais de arroz

Publicado em 09/04/2014 10:10 409 exibições

Adversidades climáticas no Brasil e nos Estados Unidos e a tensão política na região do Mar Negro, importante área produtora de grãos, fizeram com que o indicador global de preços dos alimentos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) saltasse 4,8 pontos (2,3%) em março de 2014, para uma média de 212,8 pontos, o maior nível desde maio do ano passado. Em fevereiro, o índice, calculado a partir dos preços de uma cesta de commodities, já havia registrado alta de 2,6% também por conta das instabilidades na Ucrânia. De todos os segmentos que compõem o indicador, apenas o de laticínios não registrou alta em março, com queda de 2,5% - a primeira em quatro meses.

Leia a íntegra no site Planeta Arroz

Tags:
Fonte:
Planeta Arroz

1 comentário

  • Lourivaldo Verga Barra do Bugres - MT

    A FAO não precisa se preocupar com as diversidades climáticas no Brasil. O Brasil daqui pra frente vai aumentar consideravelmente a produção de arroz, feijão, carne, batata... produção esta, vinda dos Indígenas, dos ambientalistas, dos socialistas do governo que está aí!!!

    0