Excesso de oferta trava os negócios com o feijão e a safra está encalhada

Publicado em 25/08/2014 08:44 465 exibições

O preço do feijão enfrenta forte queda. Boa parte da safra está encalhada nos barracões e com o passar dos meses, o grão perde qualidade e a situação só piora.

No galpão da fazenda de Augusto Nascimento, no município de Ibiá, há mais de 3 mil sacas de feijão. Ele começou a estocar o grão em janeiro esperando preços melhores, mas isso não aconteceu.

As poucas sacas que ele conseguiu vender não cobriram nem o custo de produção. Além do preço baixo, os problemas com pragas que afetaram as lavouras da região fizeram o produtor desistir da cultura.

O mercado do feijão teve uma reviravolta que prejudicou os produtores. A área plantada em Minas Gerais na última safra teve um aumento de 15% segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a maior oferta do grão fez os preços despencarem. Em algumas regiões, a queda no valor chega a 50%.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário