Trigo: USDA anuncia redução nos estoques finais da safra mundial 2014/15 e mercado reage na CBOT

Publicado em 10/10/2014 13:48 410 exibições

Nesta sexta-feira (10), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou novo boletim de oferta e demanda de trigo dos EUA e mundial. Para a safra 2014/15 global, o órgão projetou a produção em 721,12 milhões de toneladas. O número está acima do divulgado no mês anterior, de 720 milhões de toneladas do cereal.

Em contrapartida, os estoques mundiais foram reduzidos de 196,4 milhões para 192,59 milhões de toneladas. Com isso, por volta das 13h41 (horário de Brasília), as principais posições da commodity registravam ganhos entre 7,75 e 9,25 pontos. O vencimento dezembro/14 era cotado a US$ 5,02 por bushel. 

Do mesmo modo, os estoques norte-americanos também foram revisados para baixos e recuaram de 19 milhões para 17,80 milhões de toneladas. A safra dos EUA de trigo, referente à temporada 2014/15, foi estimada em 55,39 milhões de toneladas, pouco acima do anunciado no boletim de setembro, de 55,25 milhões de toneladas. As exportações norte-americanas foram indicadas em 25,17 milhões de toneladas, contra 24,49 milhões de toneladas no mês anterior.

Paralelo a essas informações, a safra do Brasil foi mantida em 6,3 milhões de toneladas. A produção da Argentina registrou leve recuo e passou de 12,3 milhões para 12 milhões de toneladas. A safra de trigo da União Europeia da safra 2014/15 foi prevista em 153,98 milhões de toneladas. O número é superior ao reportado em setembro, de 150,97 milhões de toneladas. 

Para a Rússia, o departamento manteve a estimativa de produção em 59 milhões de toneladas. Já a safra da Ucrânia foi projetada em 24,5 milhões de toneladas, frente as 24 milhões de toneladas previstas no último boletim. 

Safra 2013/14

No boletim, o departamento também trouxe os números referentes à temporada anterior. No ciclo anterior, a safra de trigo dos EUA ficou em 58,11 milhões de toneladas, número acima do estimado no relatório anterior, de 57,96 milhões de toneladas. Os estoques e as exportações ficaram estáveis em 16,05 milhões e 32,01 milhões de toneladas, respectivamente.

A produção mundial de trigo da temporada 2013/14 foi projetada em 715,13 milhões de toneladas, pouco acima do boletim anterior de setembro, de 714,05 milhões de toneladas. Os estoques globais ficaram em 185,58 milhões de toneladas, contra 186,05 milhões de toneladas. 

No Brasil, a safra ficou em 5,3 milhões de toneladas e da Argentina em 10,5 milhões de toneladas. Assim como, a safra da União Europeia ficou estável em 143,13 milhões de toneladas, a da Rússia em 52,09 milhões de toneladas e da Ucrânia em 22,28 milhões de toneladas.

Veja tabela abaixo:

Relatório do USDA - oferta e demanda - outubro

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Rudinei Luis Erpen Lagoão - RS

    Vale lembrar que o Rio Grande do Sul, estado tradicional no plantio de trigo terá uma safra muito mais pequena em relação a 2013. Em 25/07/14 em entrevista neste mesmo meio de comunicação alertei já naquele momento, que a safra seria bem menor em relação ao ano passado, mesmo com um incremento de 19% na área plantada, aumento este que não se confirmou, já devido ao clima. Hoje estima-se que a cultura tenha 40% de quebra, perca esta que ainda pode aumentar mais nos próximos dias uma vez que chove muito no estado e ainda tem previsão de muitos dias de chuva. Em fase critica de desenvolvimento as lavouras foram atacadas por fungos, e perderam significativamente seu potencial produtivo, ou em alguns casos onde a lavoura se encontra em fase de colheita perde-se significativamente produtividade e qualidade. Sem ajuda do clima e com preços nestes patamares podemos apenas dizer que não podemos mais investir nesta cultura, pois sem incentivos pagamos para plantar. Abraços

    0