Plantio de arroz está atrasado no Rio Grande do Sul

Publicado em 14/10/2014 09:53 265 exibições

Assim como o trigo, o plantio de arroz vem sofrendo com a alta umidade que se abate sobre determinadas regiões do Rio Grande do Sul. Até o fim da semana passada, apenas cerca de 15% da área total havia sido semeada, uma diferença de oito pontos percentuais a menos em relação à média dos últimos anos. As dificuldades são observadas, principalmente, na Fronteira-Oeste, na Campanha e na Depressão Central. Do centro para leste, por outro lado, a entrada das máquinas nas lavouras está sendo favorecida pelo tempo mais seco.

A intenção dos produtores é realizar o cultivo dentro da janela preferencial, que se estende até a primeira semana de novembro, garantindo, dessa forma, o aproveitamento da radiação solar em dezembro, na fase de floração e enchimento do grão. Cumpridos os prazos em questão, a expectativa do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) é de uma safra de 8,3 milhões de toneladas, tendo em vista uma área plantada de pouco mais de 1,1 milhão hectares e produtividade média de 7,5 mil quilos por hectare.

Leia a notícia na íntegra no site do Jornal do Comércio.

Tags:
Fonte:
Jornal do Comércio

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário